Os brotos do bambu são muito apreciados pelos asiáticos, especialmente chineses, japoneses e indianos. Eles fazem parte de uma variedade incrível de pratos tradicionais, fritos, assados, fervidos e secos. O comércio e a produção de brotos em todas as formas é fonte de riqueza para nações como a China, Hong Kong e Vietnã. No ano de 1992 a China exportou cerca de 90 mil toneladas de brotos, e com isso recebeu o equivalente a aproximadamente 90 milhões de dólares americanos (Crook, F.W. 1994. Vegetable production and trade in China. p. 38-44. China. Situation and Outlook Series. Int. Agr. Trade Rep. USDA, ERS, WRS-94-4). O Japão, nos anos de 1993 a 1997, importou de vários países 2.6 mil toneladas de brotos de bambu comestíveis, pagando cerca de 3 milhões de ienes. A empresa LinAn tem uma página sobre o processo tecnológico.


Lêmur cinza
fã de bambu
Urso Panda - fã de bambu
foto de Jinhe Fu - http://www.geocities.com/zhuzi.geo/ e jfu@inbar.int

A atual medicina ocidental agora sabe dos ricos nutrientes encontrados no broto de bambu: proteína vegetal, fibras, aminoácidos, cálcio, fósforo, vitaminas B1, B2 e C. A medicina chinesa já sabe há mais tempo que o consumo regular de brotos de bambu ajuda na digestão, estimulando os movimentos peristálticos do estômago e intestino, previne e cura doenças cardiovasculares e cânceres e abaixa a gordura e a pressão sanguínea. Aqui no Brasil a medicina popular prescreve chá de folhas de bambu contra a tosse.

Brotos comestíveis comercializados / LinAn China Brotos comestíveis de bambu fritos
Chinese Home-Style Cooking

paginas     2 I 3

Info I Grupo I Produtos


 

Conteúdo desenvolvido:
Raphael Moras de Vasconcellos
Rio de Janeiro / BRASIL

fale conosco: